Há o tempo certo para tudo, na Ordem e na vida

Depois de quase um mês sem atualizar, volto aqui com uma reflexão que há muito vem se tornando mais clara e precisa para mim. Compreendo, contudo, cada vez mais a sabedoria do “Senhor Tempo”, que é implacável. Na verdade, a passagem bíblica de Eclesiástes 3, 1-15 é o máximo da expressão sábia a respeito do tempo, que começa com:

Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu

 

E depois disso passa a desenolver de forma ilustrativa como, na vida, tudo se coloca de maneira exata e perfeita, a seu determinado tempo. Respeitar o tempo das coisas é, sobretudo, prezar pelo equilíbrio, com a qual obtemos a paz. Todas essas ideias (e muito mais) também podem ser extraídas do nosso Ritual. Dad Land ao dizer “O princípio é o que importa”, também faz um posicionamento temporal, referindo-se ao tempo “início”, prezando e valorizando pelo começo das coisas, da vida humana, da juventude, de nós – DeMolays. Certamente, nosso Ritual e nossa filosofia foi desenvolvida para esta ocasião certa que é a juventude. As palavras e os ensinamentos foram muito bem pensados e enquadrados da forma a melhor produzir efeitos em nossas vidas. E isso tem dado certo: aqui estamos nós – verdadeiros militantes de uma sociedade mais justa, fraterna e livre.

Próximo mês completo oito anos de Ordem DeMolay e fazendo uma retrospectiva, vejo que cada fase/estágio que passei dentro da Ordem estava em sintonia com o tempo necessário: nada antes, nem depois – no tempo exato. Fomos postos à prova quando necesário; criticados quando preciso e reconhecidos quando merecido. Tudo isso não se encerrou – graças ao (Bom) Pai Celestial. Temos muitos planos e ideias para colocar em prática e tentar executar com todos para o benefício de todos. E, nesse tempo por vir, ainda seremos colocados à prova, criticados e reconhecidos. Digo mais: erraremos e falharemos também – somos tão humanos quanto qualquer um. Nosso diferencial, com toda humildade, é poder utilizar-se dos ensinamentos aprendidos de berço e na vivência da Ordem DeMolay para corrigir nossas faltas. E nos levantarmos com a consciência ainda maior de que somos “Eternos Iniciáticos”…

Muita coisa aconteceu neste último mês. Frequentei Capítulos, Iniciação, Consagração de Chevalier, Fórum de Lideranças, Investiduras da Cavalaria… Muita coisa realmente boa, ao lado de valorosos Irmãos que tornam tudo ainda mais especial e cheio de significado. Adotei, nesses últimos dias, uma postura mais introspectiva também. Antes de tomar decisões importantes, ou de mergulhar profundamente em algumas ideias, gosto de analisar bem o contexto. Entender quem são meus interlocutores. Entender a que estou me proprondo. Entender, principalmente, a quem quero, devo e preciso servir. Acredito que estou compreendendo bem tudo isso – espero conseguir externar bem nos próximos meses. O fato é que, tudo dando certo, vou entender como um sinal positivo dos céus, avisando que o caminho está limpo, que meu espírito está preparado e que foi chegado, na terra, o Tempo certo para cumprir os propósitos que o Céu designa.

Nas fotos a seguir estão registrados os diversos momentos vividos neste útimo mês, com suas respectivas descrições. Deles, destaco que algumas coisas muito me marcaram: 1º) O aniversário de 01 ano de reinstalação do Cap. Prof. Carvalho Neles; 2º) O aniversário de 05 anos do Cap. Valdir Edson Soares; 3º) A entrega do Chevalier do Ir. Joaquim Brasil; 4º) A investidura ao Grau de Cavaleiro do Ir. Samuel Lustosa.

Quanto ao aniversário dos Capítulos, ambos possuem histórias muito bonitas e com muitas adversidades. Com eles, aprendi que não adianta forçar o curso natural da vida… Eles estão abertos hoje e logrando muito êxito em seus trabalhos porque é ESTE o tempo deles. Com isso, fico tranquilo também ao pensar em alguns Capítulos que estão adormecidos ou em algumas tentativas que fazemos e não dão certo. Não é por nossa inércia ou por nossa incompetência, mas simplesmente porque ainda não chegou a hora.

Sobre o Joaquim e o Samuel, a reflexão é um pouco semelhante. Programamos a entrega do Chevalier pro Joaquiam umas 4 vezes e a investidura do Samuel umas 5 vezes… Em todas não dava certo! Acredito que aconteceu agora, neste último final de semana, porque era esse realmente o tempo em que eles estariam prontos e preparados para tirar o maior proveito das lições passadas.

Enfim, estou me delongando e agora já tenho de preparar as coisas para um final de semana em aeroportos e estradas, mas principalmente entre Irmãos! 🙂 Nosso destino será o CEOD-SP, em que comemoraremos os 30 anos da Ordem DeMolay Paulista. Prometo voltar com novidades para vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s